Trânsito: Um ferido a cada duas horas em Cascavel

A cada duas horas uma pessoa, vítima de acidente de trânsito, é atendida pelo Siate (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência) em Cascavel. O número leva em conta uma média dos registros feitos pelo Corpo de Bombeiros ao longo dos últimos oito anos. A cada ano, o município atende em sua rede hospitalar cerca de quatro mil pessoas vítimas das colisões.

Mas apesar de preocupante no que diz respeito aos atendimentos de saúde, motoristas que circulam pelas ruas e rodovias que passam por Cascavel têm se cuidado um pouco mais.  Segundo dados do Corpo de Bombeiros, comparando-se o ano de 2008, quando 4.159 pessoas precisaram de atendimento, com o ano passado (3.383 registros), a queda no número de feridos foi de mais de 18%.

Porém, se comparado com 2012, o ano em que mais pessoas ficaram feridas no trânsito das ruas e rodovias que passam pelo município, a queda foi de quase 20%, uma vez que foram contabilizados 4.213 feridos.

E a redução foi semelhante no comparativo de 2008 e 2009, quando foram registrados 3.692 feridos. Em 2010 o número voltou a subir: 4.047 atendimentos e em 2011 foram 4.007. Em 2013 o Siate atendeu 3.666 pessoas; em 2014 foram 3.673 e em 2015, 3.482.

Outro dado considerado positivo no trânsito é a redução do número de acidentes. Com uma frota de mais de 215 mil veículos, que cresceu mais de 37% se comparado com o ano de 2008, em 2016 (135 mil para 215 mil), houve uma queda de quase 20% no registro de acidentes de trânsito em Cascavel.

De acordo com o relatório do Corpo de Bombeiros de Cascavel, o Siate (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência) atendeu em 2008 3.259 acidentes contra 2.615 no ano passado, menor índice dos últimos anos.

Comparando 2008 com 2009, a queda foi de pouco mais de 10%, quando os bombeiros contabilizaram 2.927 colisões. Em 2010 os números voltaram a subir, passando para 3.145 batidas e, em 2011, foram 3.083. Em 2012, um dos mais violentos dos últimos anos, o Siate atendeu 3.167 acidentes e em 2013 foram 2.864. Em 2014 foram 2.856 acidentes, em 2015 2.734 e no ano passado 2.615.

 

Óbitos

O número de óbitos em Cascavel registrados pelo Siate (os que morrem no local ou a caminho do hospital), se mantém estáveis ao longo dos anos. Em 2008, 2009, 2010 e 2013 foram 43 mortes em cada ano. O ano com o maior número de óbitos foi 2012, com 55 e o menor foi no ano anterior, em 2011, quando 36 pessoas morreram. Em 2014 e 2016 Cascavel registrou 45 mortes em cada ano e em 2013 foram 40 vítimas fatais.

 

********** EM NÚMEROS ********

 

ANO ACIDENTES

2008 3.259

2009 2.927

2010 3.145

2011 3.083

2012 3.167

2013 2.864

2014 2.856

2015 2.734

2016 2.615

 

ANO         ÓBITOS

2008 33

2009 43

2010 43

2011 36

2012 55

2013 40

2014 45

2015 43

2016 45

 

ANO FERIDOS

2008 4.159

2009 3.692

2010 4.047

2011 4.007

2012 4.213

2013 3.666

2014 3.673

2015 3.482

2016 3.383

Reportagem: Tissiane Merlak

Foto: Vandré Dubiela

Deixe uma resposta