Território Cidadão II chega ao Interlagos em maio, beneficiando mais de 21 mil

Ao iniciar o mês de maio a coordenação de um dos principais programas de governo do prefeito Leonaldo Paranhos – o Território Cidadão – trabalha em dois planejamentos: traça as ações de manutenção de cada secretaria para dar continuidade às atividades implantadas no Território I, no Bairro Cascavel Velho – zona sul da cidade – e define as ações prioritárias para implantar até o próximo dia 19 o Território II, no Bairro Interlagos – zona norte da cidade. Com uma população estimada em 21.440 moradores, este segundo território que envolve também os moradores do Brasmadeira, está em fase de definição do local onde serão concentradas as atividades.

“Estamos renovando a parceria com o Exército para a implantação de toda a estrutura de barracas de campanha que disponibilizamos nos primeiros dias no Cascavel Velho, igualmente no Interlagos e, paralelamente, identificando o melhor ponto de fixação das mesmas e do restante da estrutura no Interlagos. Está praticamente certo que será nas proximidades da Escola Municipal Francisco Vaz de Lima e do Cmei Irmã Iolanda Guzman Bazan”, detalha o coordenador do programa e presidente da Fundetec, Alcione Tadeu Gomes.
Paralelamente a equipe realiza um levantamento em todo o bairro para conhecer as demandas do próximo território, como estrutura de escolas e Cmeis que necessitam de melhorias, próprios públicos em estado precário, salões comunitários em péssimo estado de conservação, ruas com necessidade de manutenção, falta de iluminação pública, terrenos que possam ser inseridos no Agricultura Urbana, demanda reprimida na saúde, entre outras prioridades da região de abrangência do Território em implantação que merecem atenção do Poder Público com estratégias de ação em parceria com a comunidade.
“A exemplo do projeto-piloto no Cascavel Velho, queremos despertar nos moradores o sentimento de pertencimento ao bairro, o que já iniciou no Território I e precisa ser mantido a longo prazo, para que a população seja autora de sua própria história. Hoje vemos no Cascavel Velho o nascer de mudanças como troca de fachadas em comércios, pintura nas casas, faxinas nos terrenos, a partir das mudanças motivadas com o programa e que serão permanentes”, detalha Alcione.
As ações envolvem as mais diferentes áreas. No Território I, por exemplo, a Prefeitura viu zerar a fila por exames de eletrocardiograma por exemplo e avançou na saúde preventiva de uma forma geral, assim como avançou na emissão de carteiras de trabalho, documentos de identificação e colocação no mercado formal por meio da Agência do Trabalhador. “O projeto-piloto da Agricultura Urbana rendeu excelentes resultados e o Programa Escola Feliz vem apresentando o efeito desejado. Também foram realizadas várias operações de manutenção das ruas, limpezas e roçadas, plantio de árvores e limpeza de nascentes e rios e centenas de atividades culturais e esportivas, além da realização de dezenas de cursos por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, capacitando jovens e adultos. Um balanço extremamente positivo que queremos levar para os demais territórios como exemplo e, ainda, ampliar na medida do possível”, avalia o coordenador do programa.
Envolvimento da comunidade
A implantação de cada novo território é um trabalho amplo, que envolve todas as secretarias, líderes comunitários e a sociedade organizada, entidades, igrejas, movimentos e todos que desejam contribuir para o crescimento da cidade.
Para detalhar a implantação do Território II no Interlagos aos empresários da região Norte, a coordenação do programa apresentará o programa na reunião semanal da Acic Norte de quarta-feira, dia 10, com início às  19h30.
Já a reunião com a comunidade daquela região deve acontecer nos próximos dias.

Deixe uma resposta