Protesto: Ônibus são impedidos de sair dos terminais

Por mais de uma hora, ônibus do transporte coletivo de Cascavel foram impedidos de sair dos terminais na tarde de ontem. Os veículos que chegavam também eram barrados na entrada e com isso filas se formaram na Avenida Brasil.

Isso ocorreu por conta do protesto do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Cascavel contra o projeto de lei que veta a presença de agentes de bordo nos veículos, aprovado ontem pela Câmara de Vereadores. “Não é possível continuarmos sem o agente no transporte e hoje o motorista acumula dupla função”, diz o vice-presidente do sindicato, Paulino Moreira, que a partir de agora afirma que outras medidas serão tomadas para reverter a aprovação no Legislativo.

A dona de casa Rita Maria Silva considera que os motoristas têm direito de reivindicar melhorias, mas que a população não merece ser prejudicada. “Foi uma falta de respeito o que fizeram nos terminais, pagamos pelo transporte coletivo e deveríamos ao menos ter sido comunicados sobre essa paralisação”, desabafa.

VETO TOTAL

O protesto nos terminais começou antes mesmo do início da sessão na Câmara de Vereadores que ficou lotada na tarde ontem. Para evitar conflitos entre funcionários do transporte coletivo e representantes do Legislativo, foi necessária a presença da Polícia Militar.

Em única discussão e votação foi aprovado o veto total ao Projeto de Lei nº. 02/2016 – que acrescenta dispositivo à Lei Municipal nº. 6.466 de 2015, que dispõe sobre a utilização de bilhetagem eletrônica nos veículos que operam o transporte coletivo e dá outras providências. O veto é mantido com 14 votos favoráveis e seis contrários.

 

 

Foto: Lorena Manarin

Deixe uma resposta