Prefeito determina reconstrução do pavimento da ciclovia da Av. Brasil

 

Em reunião realizada na Prefeitura na manhã desta quinta-feira (27) com diretores e engenheiros da empresa Paulitec, o prefeito Leonaldo Paranhos determinou que a empresa refaça a cobertura no pavimento da ciclovia construída na Avenida Brasil dentro da obra do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado). O trecho de sete quilômetros deve ser reconstruído com outro tipo de material, já que o atual apresenta desgaste precoce. “Realizamos a fiscalização, documentamos os problemas e apresentamos à empresa, com a determinação de que o acabamento da ciclovia seja refeito”, informou o prefeito.

Durante a reunião foram apresentadas dezenas de fotografias mostrando diversos problemas em toda a extensão da Avenida Brasil, incluindo a ciclovia, construída com material inadequado, como reconheceu a empresa. Segundo Anselmo Mello, um dos engenheiros da Paulitec, a ciclovia foi construída com selante asfáltico, que não se adaptou ao terreno. Esse material será substituído e a reconstrução deve ser realizada com emulsão asfáltica, um material mais resistente e adequado ao solo e clima de Cascavel. “Reconhecemos o problema e o que for de responsabilidade da Paulitec nós vamos cumprir, não importa a que custo”, declarou o diretor da empresa, Marcio Paulikevis dos Santos.
A fiscalização realizada pela atual gestão constatou ainda problemas de acabamento na instalação do paver, falta de rampas de acesso para deficientes, afundamento da calçada em alguns pontos e desgaste na pintura das faixas de pedestres. Segundo o prefeito Paranhos, “é inadmissível que uma obra tenha tantos problemas de qualidade antes de mesmo de inaugurar”.
De acordo com os engenheiros da Paulitec, grande parte dos problemas nas calçadas foram provocados por outra empresa, a Dataprom, responsável pela instalação da fiação para o controle semafórico. “Eles removeram pedaços da calçada já pronta para a confecção das caixas para tubulações e o reimplante não seguiu o mesmo padrão”, explicou o engenheiro da Paulitec.
A Dataprom também será convocada pela Prefeitura para prestar esclarecimentos e corrigir defeitos.
Suspensão de pagamentos
Diante da quantidade de problemas expostos, o prefeito Paranhos anunciou que os pagamentos ficam suspensos até que os defeitos sejam corrigidos. “A Sociedade de Cascavel está pagando muito caro por uma obra mal planejada e mal executada. Nós estamos cumprindo nosso papel de fiscalizar e cobrar a qualidade que os cascavelenses merecem”, enfatizou Paranhos.

Deixe uma resposta