Pedido de ajuda: Menino perdeu fala, visão e movimentos

 

Felipe Henrique Evaristo Machado tem um ano e noves meses e há sete meses a vida do menino mudou completamente. Ele já andava e brincava como qualquer outra criança da mesma idade e recebia toda a atenção dos pais, mas por fatalidade caiu em uma piscina.

O acidente ocorreu no mês de julho do ano passado e o garoto precisou ficar 38 dias no hospital, boa parte do tempo na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Ele sobreviveu, mas hoje tem limitações e necessita de cuidados como uma criança recém-nascida. Felipe não consegue firmar o pescoço, perdeu a fala, boa parte da visão e dos movimentos.

Além disso, tem crises convulsivas e toma remédios controlados.

“Precisei deixar o emprego para cuidar exclusivamente do meu filho que hoje passa por fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Só com os remédios temos despesas mensais de aproximadamente R$ 300”, comenta a mãe Paula de Oliveira Evaristo.

Os médicos indicaram uma terapia complementar, mas os atendimentos não são inclusos no plano de saúde e a família não tem condições de pagar. “É um tratamento de duas horas semanais por 30 dias que poderá deixar meu filho mais calmo e ajudá-lo a manter o pescoço mais firme e voltar a ter movimentos”, explica a mãe.

A história do Felipe comoveu diversos moradores do Bairro Morumbi e uma das vizinhas decidiu ajudá-lo com a já conhecida por muitos “vakinha online”.  Por meio de depósitos bancários e também com o pagamento de boletos, quem deseja colaborar, poderá fazer a contribuição.

No site www.vakinhaonline.com.br está a página Vamos ajudar o guerreiro Felipe. As doações poderão ser feitas até o dia 11 de maio. O telefone para contato com a família é o (45) 99961-9265.

Reportagem: Romulo Grigoli

Foto: Lorena Manarin

 

 

Deixe uma resposta