Paciente aguardava há 17 transferência para hospital

Gilmar Alberto Pierkovis, 52 anos, está internando há 17 dias na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Jardim Veneza em Cascavel. O homem, que sofre com sérios problemas renais, teve o quadro de saúde agravado e agora necessita urgentemente de uma cirurgia na mão.

O caso foi relatado na sessão da Câmara de Vereadores de ontem pelo vereador Romulo Quintino, que foi procurado pela mãe do paciente em busca de ajuda. “Tivemos conhecimento de que a mão do paciente está apodrecendo e que ele terá que amputá-la. Por isso, precisamos resolver com urgência o problema dessa família”, afirma o vereador.

Segundo ele, a situação já foi comunicada à Secretaria Municipal de Saúde e à 10ª Regional de Saúde de Cascavel, porém nada foi feito para o encaminhamento do paciente a um hospital. “Cada um tenta dar uma justificativa e dizem que só há um cirurgião, mas nada é feito para resolver o problema e o homem precisa de uma vaga em hospital”, ressalta Quintino.

O vereador comenta que diante desse caso, pretende recorrer ao Ministério Público. “Estamos analisando as informações e devemos expor o caso ao promotor”.

A Secretaria de Saúde confirmou que  Gilmar está internado há 17 dias na UPA Veneza, com diagnóstico de insuficiência venosa e insuficiência renal crônica.

“Está com solicitação de vaga para internamento com necessidade de especialidade com cirurgião vascular na Central de Leitos desde o dia 06/02/17 há 14 dias. Ressaltamos que o CLIC é atualizado diariamente reiterando a necessidade de internamento”. “A maioria desses pacientes, com essa patologia, é encaminhada para Campo Largo, no Hospital do Rocio. Porém esse hospital não está mais aceitando os pacientes de Cascavel. A direção da atenção básica está tentando resolver a situação, porém, como a busca de vaga fica a critério da 10° Regional de Saúde, não temos previsão de datas de internamento para o referido paciente”.

Segundo o chefe da 10ª Regional da Saúde, Miroslau Bailak, o paciente estava para ser transferido ao Hospital Nossa Senhora da Salete ainda na tarde de ontem. Segundo ele, o quadro que se agravou diz respeito a um dos dedos da mão e não da mão inteira do homem.

Romulo Grigoli

Deixe uma resposta