Nas ruas: Um PM para cada sete mil habitantes

 Reportagem: Tissiane Merlak

Foto: Vandré DUbiela

 Quem ainda não precisou da ajuda da Polícia Militar, um dia vai precisar. Com um policiamento ostensivo, 24 horas por dia, todos os dias, as equipes precisam se desdobrar para fazer o patrulhamento dos cerca de 30 bairros de Cascavel.

Com uma população estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano passado em mais de 316 mil habitantes e estes são atendidos, em média, por 45 policiais que fazem o patrulhamento nas ruas.

Segundo levantamento feito pela reportagem do Hoje, são pelo menos 12 viaturas da chamada RPA (Radiopatrulha) circulando pelas ruas. São elas a viatura Centro, São Cristóvão, Parque São Paulo, Brasília, Cancelli, Tropical, Santa Cruz, a do CPU (Comandante do Policiamento da Unidade), além de duas na UPS (Unidade Paraná Seguro) da região norte, duas viaturas e uma motocicleta na UPS da região sul, cinco motocicletas da Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas), a Cavalaria e Patrulha Rural.

Em cada uma das viaturas são dois policiais a cada 12 horas, que é o período da chamada “escala de trabalho”. Além dessas equipes, com um policiamento ainda mais ostensivo, focado no tráfico de drogas e combate à criminalidade, estão as equipes do Pelotão de Choque. Em dias considerados normais são duas viaturas, com quatro homens cada.

Há ainda o reforço das equipes do Pelotão de Trânsito, que ficam dedicadas aos acidentes.

Dividindo-se o número de habitantes da cidade pela quantidade de policiais que estão diretamente nas ruas, Cascavel conta com um policial para cada sete mil moradores. Cabe ressaltar que, em situações mais delicadas, como quando houve os ataques a ônibus do transporte coletivo no ano passado, os demais policiais que estão no serviço interno ou em escala de folga, são chamados.

Em relação ao número de policiais necessários, a ONU (Organização das Nações Unidas) preconiza que, haja um a cada 450 habitantes. Esse número levaria em conta o total de policiais, tanto militares quanto civis, rodoviários e municipais.

 

12 em 12 horas

Guarda Municipal trabalha com 13 homens

 Implantada há pouco mais de um ano, a Guarda Municipal foi criada para dar suporte às Polícias Militar e Civil em Cascavel. Equipada com viaturas, coletes a prova de balas e claro, armas de fogo, os guardas fazem ronda na cidade e, com o chamado “poder de polícia” têm autorização para abordar pessoas em atitude suspeita.

De acordo com dados repassados ao Hoje pela Secretaria de Comunicação Social de Cascavel, ao todo são 48 guardas divididos em escalas de 12 horas por 36 horas – trabalham 12 e folgam 36 horas – e também no setor administrativo.

O trabalho nas ruas é ininterrupto, 24 horas por dia, todos os dias. Para quem está trabalhando, a escala pode começar às 6h30 ou às 18h30. São 13 homens durante o dia e nove à noite totalizando 22 agentes trabalhando diariamente em Cascavel.

 Civil

 Já a Polícia Civil trabalha com investigação e não estão diretamente fazendo rondas no dia a dia e atendendo aos chamados da população. Em relação às equipes, a reportagem do Hoje solicitou ao órgão o número de policiais lotados na 15ª SDP (Subdivisão Policial), como são as escalas e ainda quantos agentes trabalham todos os dias, mas até o fechamento da edição não houve retorno.

 

Deixe uma resposta