Na zona rural: Cascavel recupera 229 nascentes

 

Desde dezembro de 2006, a Secretaria de Agricultura de Cascavel faz trabalhos voltados à recuperação de nascentes. Em pouco mais de dez anos, foram protegidas 229 nascentes, todas na zona rural do município.

A médica veterinária e representante da pasta, Ana Maria Formighieri Lima, lembra que a primeira proteção ocorreu na propriedade de Sigesmundo Gregozewisk, no Distrito de São Salvador. Na época, o programa era chamado de Cascavel é mais nascentes.

“No início, o poder público entrava com o material [pedras, canos, cimento] e realizava a análise microbiológica da água, além de orientação técnica e repasse de mudas nativas para serem plantadas ao redor da mina d’água”, explica Ana Maria.

O programa, que é custeado pelo Município, teve um importante reforço. Os proprietários das terras onde as nascentes seriam recuperadas colocaram a mão na massa e começaram a ajudar na execução, além de fornecer alimentação ao grupo de trabalho. “Desta forma, as informações sobre a importância e necessidade de recuperar as nascentes foram se multiplicando e a mão de obra ficando cada vez mais especializada”, diz.

Os distritos de São Salvador e Rio do Salto foram os mais atendidos neste período. As recuperações também passaram por outras comunidades que pertencem ao município, além de inúmeras solicitações que ainda serão executadas, conforme a médica veterinária.

O que muda

Ao identificar uma nascente na propriedade, o produtor rural deve solicitar à prefeitura o serviço de proteção. Após salvar uma mina ou nascente, um dos benefícios é a melhora da potabilidade da água, que é utilizada no dia a dia de quem mora no campo. “Consequentemente, há redução de problemas gastrointestinais e doenças vinculadas ao consumo de água contaminada e mais qualidade de vida à população”, ressalta Ana Maria.

Reportagem: Marina Kessler

Fotos: Secom Cascavel

Deixe uma resposta