Meis: Quase 11 mil novos negócios

Reportagem: Romulo Grigoli

Coragem e criatividade são fundamentais para quem decide transformar a experiência profissional na própria empresa, mas o auxílio de uma categoria tornou mais fácil a realização desse objetivo.

Cascavel tem exemplo em números: são quase 11 mil trabalhadores formalizados como MEI (Microempreendedor Individual). A prefeitura conta com espaço destinado exclusivamente para eles e a propósito dessa semana ofereceu atendimento especial ao público em parceria com o Sebrae-PR.

Se há algum tempo deixar de ser funcionário para se tornar o dono do próprio negócio era visto como um processo complexo e de alto custo, hoje a realidade é diferente. “Não há custo para se registrar como MEI. O empreendedor deverá contribuir somente com 5% sobre o salário mínimo para o INSS, somando R$ 1 no caso de atividades do comércio e R$ 5, na prestação de serviços”, explica o consultor do Sebrae-PR da Regional Oeste, Willian Braga Tomaz. A categoria, entretanto, é direcionada àqueles que têm renda anual de até R$ 60 mil.

O consultor acrescenta as diversas vantagens para quem se torna microempreendedor individual. “Além da contribuição do INSS, ele pode contratar um funcionário, comprar direto de fábricas com CNPJ, obter crédito mais acessível e ainda participar de licitações”, pontua.

Alguns desses benefícios motivaram Cristiane Regina Granza a buscar orientações e, quem sabe, oferecer mais uma opção de serviço na cidade. “Meu esposo já trabalha como mecânico e temos a intenção de abrir uma pequena empresa para higienização de automóveis, por isso busco informações para colocar ideias em prática”, comenta Regina.

Em tempos da crise, a categoria também se tornou questão de sobrevivência. “Muitas pessoas se tornaram empreendedoras individuais por necessidade e para garantir renda”, destaca Tomaz.

Entre as inúmeras áreas de trabalho que podem ser enquadradas pelo MEI, algumas se sobressaem em Cascavel. “No índice das categorias está o segmento de vestuário e acessórios, seguido pela área de beleza e construção civil”, acrescenta o consultor.

 

Resultados do programa em números:

Total de CNPJs em 2017: 655

Total de CNPJs de 2009 a maio de 2017: 10.840

Atendimentos do Imposto de Renda do MEI até 05/05: 1.633

Atendimentos gerais na Sala do Empresário até 05/05: 8.862

Expedição e retirada de alvarás até 05/05: 797

Baixa do CNPJ: 209

Média de atendimentos diários: 107

 

Deixe uma resposta