Major da FAB diz que Cascavel sempre estará nos planos da corporação

Há um mês servindo de base para a Força Aérea Brasileira na Operação Ostium, “Cascavel sempre estará nos planos presentes e futuros” da FAB, garantiu na manhã desta quarta-feira o major-brigadeiro Ricardo Cesar Mangrich, chefe do Estado-Maior Conjunto do Comae (Comando de Operações Aeroespaciais) que foi recepcionado pelo prefeito Leonaldo Paranhos no Aeroporto Municipal Coronel Adalberto Mendes da Silva, quando chegou para inspeção da megaoperação desencadeada na região de fronteira com o Paraguai e a Argentina, “um trabalho de inteligência, sigiloso e que nos traz reforço na segurança pública importante para toda a região, principalmente diante das últimas tentativas de rebelião que registramos com a transferência de presos para a PEC”, avaliou o prefeito.

Com foco em voos irregulares ligados ao narcotráfico que adentram o território nacional, a operação é realizada desde a Venezuela e envolve mais de 6 mil homens. São 80 só em Cascavel, onde estão baseados três caças Tucano e um helicóptero Blackhawk, de fabricação americana e bastante utilizado pela Marinha dos Estados Unidos em conflitos armados recentes. “Cascavel é região estratégica devido a estrutura aeroportuária. A meta é levar a zero o índice ilícitos transnacionais por via aérea”, detalhou Mangrich.

Segundo ele, a operação se estende até dezembro e envolve aeronaves remotamente pilotadas (drones), aeronaves de caça e interceptação para detectar aeronaves de baixa performance e defesa aérea de alta performance, além de helicópteros para medidas de segurança e mais de 40 aeronaves de transporte. “O feedback dos órgãos envolvidos é positivo. Nos últimos dias já sentimos que o transporte de drogas por via aérea zerou. Normalmente se observa nos radares da Força Aérea um ou outro movimento apenas”.

Mangrich veio de Dourados e segue para Chapecó. A FAB conta com bases montadas em toda a fronteira que com estrutura de  aeródromos. Na região envolve ainda as cidades de Foz do Iguaçu e Campo Grande.

Secom

Deixe uma resposta