LIRAa vai vistoriar quase quatro mil imóveis em Cascavel

Começou ontem e segue até amanhã o segundo ciclo do LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti), feito pelas equipes do Programa de Controle de Endemias de Cascavel.

No primeiro dia de levantamento as visitas ocorreram nos bairros Presidente, Veneza, jardins Itapuã e Itamarati, Parque São Paulo, Coqueiral, Aclimação, Neva, Guarujá, Faculdade, Santa Catarina, Interlagos, Periollo, São Cristovão e parte da região central. A previsão da coordenação do Controle de Endemias é inspecionar 3.888 imóveis em todos os bairros da cidade. O total de propriedades visitadas por bairro depende da densidade populacional de cada região.

Durante o LIRAa, é feita uma pesquisa técnica larvária em que são coletadas larvas em 100% dos depósitos encontrados em cada domicílio, o que permite quantificar amostras e também o tipo de criadouro.

Conforme a coordenadora do programa, Ana Paula Barboza, mesmo os imóveis que já foram visitados recentemente serão inspecionados mais uma vez para verificar se está ocorrendo o controle efetivo do ambiente. A atividade do LIRAa é fundamental para que o Município mantenha atualizado o índice de infestação do Aedes aegypti. Assim, a Secretaria de Saúde pode programar ações de tratamento e outras medidas necessárias em áreas de maior risco.

Números de casos

 De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, Cascavel possui 31 casos confirmados de dengue, 30 autóctones e um importado. O Município tem ainda 692 notificações de dengue. A incidência da doença em Cascavel é de 9,59 casos a cada 100 mil habitantes, número considerado baixo pelo Ministério da Saúde. Já na área de abrangência da 10ª Regional de Saúde, que envolve 25 municípios, a dengue atingiu 53 pessoas, além do registro de 1.005 suspeitas.

Deixe uma resposta