Encontro fortalece práticas de Justiça Restaurativa

O 5º Encontro Nacional das Escolas de Perdão e Reconciliação é realizado em Cascavel com o objetivo de aprofundar debates sobre a Justiça Restaurativa e explorar possibilidades para a construção de uma cultura de paz. O eventom realizado no Hotel Copas Verdes, reúne assistentes sociais, psicólogos, educadores e profissionais que atuam no sistema penitenciário.  A programação teve início na sexta-feira e segue até este domingo.

“Nosso intuito é administrar conflitos em todas as esferas, ou seja, em casa, na escola, nos presídios. Hoje temos uma justiça punitiva e acreditamos que a prisão não é o melhor caminho. Se há possibilidade vítima e ofensor serem colocados frente a frente podemos pensar em formas de administração do conflito, sem vingança e sem prisão”, avalia o presidente do Núcleo Comunitário de Práticas de Justiça Restaurativa em Cascavel, Benedito Tuponi.

Original da Colômbia, as Escolas de Perdão e Reconciliação estão há mais de uma década no Brasil. Aos poucos a metodologia foi se aproximando das Práticas da Justiça restaurativa.

Experiências do país de origem das escolas foram compartilhadas por especialistas, entre eles, o presidente da Fundación Para La Reconciliación, o padre e sociólogo, Leonel Narvaez. Neste domingo haverá eleição e posse da nova coordenação da Espere Brasil e debates sobre Ética do Cuidado e a Interação Humana.

Deixe uma resposta