Em alerta: Mortes violentas crescem 25% no bimestre

 Uma morte a cada quatro dias. Esse é o balanço das mortes violentas no primeiro bimestre do ano em Cascavel. Segundo dados, 15 pessoas perderam a vida em homicídios, confrontos com a polícia ou ainda foram vítimas de latrocínio na cidade somente nos meses de janeiro e fevereiro.

Das 15 vítimas, três foram de latrocínios, uma em confronto e um feminicídio. Os demais casos se referem a homicídios consumados. Este número é 25% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 12 pessoas morreram. Desse total apenas duas foram vítimas de confronto com a polícia.

A região com o maior número de mortes violentas é a norte com sete casos. As vítimas foram Mayke Rodrigues Valença, de 19 anos, e Luana Ferreira Magalhães, de 23, encontrados mortos no dia 5 de janeiro no Bairro Interlagos. Eles foram mortos a tiros e, segundo as investigações da Delegacia de Homicídios, a motivação seria uma desavença. Os envolvidos no crime ainda não foram presos.

A terceira morte na região norte foi a de Valdeci França, de 43 anos, assassinado a pauladas na Avenida Piquiri, no Bairro Brazmadeira, na tarde do dia 18 de janeiro. A morte teria sido motiva por uma dívida e o suspeito, preso pela Polícia Civil, é Jucimar Batista Cavalheiro.

No dia seguinte, na Rua Pombo Correio, no Bairro Floresta, a polícia localizou o corpo de Altair da Rosa. Ele foi assassinado a tiros e, até o momento não se sabe a causa nem o autor do homicídio.

No dia 21 de janeiro a vitima foi a professora Salete de Fátima dos Santos, de 49 anos. Ela foi morta pelo ex-companheiro, Pedro Fernandes, em um acidente de trânsito na BR-369. Salete estava em casa quando foi obrigada a entrar em um veículo, que colidiu frontalmente com um ônibus. Pedro ficou durante dias foragido, mas se apresentou à Delegacia da Mulher há poucos dias.

Ainda no dia 21 um jovem de 21 anos foi morto a tiros na Rua do Amor, no Julieta Bueno. Ele foi identificado como Maicon da Silva e, por enquanto, a polícia não elucidou o caso.

Um adolescente, detido pela polícia, é apontado como autor do homicídio de Josimar Henrique da Silva, de 26 anos, morto a tiros no dia 24 de janeiro, na Rua São Roque no Bairro Morumbi. A motivação seria uma desavença entre a vítima e o autor.

Duas mortes, ambas em latrocínios, foram registradas no Parque São Paulo. A primeira foi o policial militar Anderson Pelegrini, morto a tiros na noite de 20 de janeiro. Ele estava em uma tabacaria quando Lucas dos Santos Leal, Marcelo Machado Raimundo e Otalcio Patrick de Andrade dos Santos tentaram cometer um assalto. Os criminosos conseguiram tirar a arma de Pelegrini, que foi atrás dos bandidos e acabou sendo baleado na cabeça. O militar morreu horas depois em um procedimento cirúrgico no Hospital Universitário. Já os acusados foram mortos em confrontos com as polícias Civil e Militar em Foz do Iguaçu.

A segunda vítima foi Arnaldo Ribas, de 60 anos. Ele chegava em casa, na tarde do dia 25 de janeiro, quando criminosos o abordaram para cometer um assalto. No momento em que Arnaldo foi abrir o portão, os bandidos atiraram. Ele foi socorrido e morreu depois no hospital.

Poucos dias após o crime, duas pessoas foram pegas, um jovem de 18 anos e um adolescente de 16; um terceiro envolvido, de 19 anos, está foragido. Em depoimento à Polícia eles disseram que receberiam R$ 5 mil para roubar o veículo, um Jetta, de Arnaldo. Eles levariam até o núcleo industrial de Cascavel, na saída para Foz do Iguaçu. O menor teria dado “cobertura” aos dois maiores.

Confronto

 A única vítima de confronto policial em 2017 foi o adolescente Tiago Henrique Ferreira Alvares, de 16 anos. Ele foi morto na tarde do dia 15 de janeiro, na Rua Gurgel, no Bairro Universitário. Ele teria envolvimento no latrocínio do policial militar da reserva, Venilson Fonseca Dutra, de 53 anos, ocorrido no Bairro Tropical.

De acordo com informações da polícia militar, eles faziam buscas aos envolvidos no crime contra Dutra quando, ao tentar abordar algumas pessoas em uma residência, Tiago atirou contra um policial que estava sobre um muro. O militar então revidou e baleou o adolescente. Com ele foi encontrado um revólver calibre 38 usado no latrocínio.

Além de Tiago, Willian Santana, de 21 anos, que foi baleado durante o crime contra Dutra e mais cinco pessoas foram detidas pela polícia.

 

Fevereiro

No mês de fevereiro todas as mortes violentas, quatro ao todo, foram homicídios. O primeiro caso foi no dia 4 e vitimou Cristiano de Souza, de 29 anos. Ele foi morto a pedradas na Rua Espinélio, no Bairro Esmeralda, e a motivação seria uma discussão.

Já no dia 18, a vítima foi um adolescente de 16 anos, Nicolas Ellert Luiz. O assassinato aconteceu na Rua Pio XII, na Neva. Os três envolvidos no crime, Marileide Dremer, Eder Diego Dremer e Laerte Dremer (mãe e filhos) foram presos.

Segundo a Delegacia de Homicídios, o crime teria acontecido após uma discussão por conta do pagamento de um aluguel. No dia do homicídio uma terceira pessoa, Oseias Ricardo Gielow, que possuía um mandando de prisão por tráfico, e estava com a namorada no local do crime, foi detido.

E novamente uma discussão foi motivo para outro homicídio, no dia 25 de fevereiro, na fazenda da família do ruralista Alessandro Meneghel, na Estrada Chaparral. A vítima, Aroldemar Capistrano Ferreira, de 46 anos, foi morta a facadas por José Moraes, preso em flagrante.

O último homicídio do bimestre foi o de Devanildo Pereira de Freitas, de 36 anos, assassinado a tiros. Ele foi encontrado sem vida no dia 28 de fevereiro, em uma fossa, na Rua Medianeira, no Jardim Gramado. O autor, Luciano Abreu Navarro, de 27 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime. Em depoimento, Luciano contou que usou um facão, uma barra de ferro e um revólver para cometer o crime. A motivação seriam furtos cometidos por Devanildo na casa de Luciano.

 

 

************** FAZER MAPA ********

 

DATA        VÍTIMA     IDADE       BAIRRO

05/01 Mayke Rodrigues Valença      19     Interlagos

05/01 Luana Ferreira Magalhães      23     Interlagos

15/01 Venilson Fonseca Dutra         53     Tropical

15/01 Tiago Henrique Ferreira Alvares     16     Universitário

18/01 Valdeci França     43     Brazmadeira

19/01 Altair da Rosa     31     Floresta

20/01 Anderson Pelegrini        33     Pq. São Paulo

21/01 Salete de Fátima dos Santos   49     BR-369

21/01 Maicon da Silva   21     Julieta Bueno

24/01 Josimar Henrique da Silva     26     Morumbi

25/01 Armaldo Ribas    60     Pq. São Paulo

04/02 Cristiano de Souza        29     Esmeralda

18/02 Nicolas Ellert Luiz        16     Neva

25/02 Aroldemar Capistrano Ferreira       46     Estrada Chaparral

28/02 Devanildo Pereira de Freitas  33     Gramado

Reportagem: Tissiane Merlak

Fotos: Vandré Dubiela

 

 

Deixe uma resposta