Em 2016: 40 quilos de drogas apreendidas por dia

Rota do tráfico de drogas e de porta para tantos outros ilícitos, a BR-277 figura como uma das rodovias do Estado com o maior número de apreensões. Segundo dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal), somente no posto de fiscalização em Cascavel foram retirados de circulação 14.749 quilos de drogas. O número alto equivale a mais de 40 quilos por dia, em apenas um posto de fiscalização da rodovia.

A maconha, por ser uma droga mais barata e comumente consumida, dispara frente a outras apreensões. Ao longo dos 366 dias do ano passado foram 14,6 toneladas do entorpecente, que renderiam ao tráfico mais de R$ 8,7 milhões se revendidas.

Com um número bem abaixo da maconha, o crack está na segunda colocação, com 92 quilos. Com o valor de R$ 1 mil pelo quilo, a droga apreendida é avaliada em cerca de R$ 92 mil.

Já a cocaína, considerada uma das drogas mais elitizadas, que é cotada no mesmo valor do grama do ouro, ficou na terceira colocação no número de apreensões no posto de fiscalização em Cascavel. Ao todo foram interceptados 54 quilos da droga, avaliada em aproximadamente R$ 5,4 milhões.

Apesar de alto, o número de apreensões, se comparado com 2014, caiu consideravelmente, chegando a uma queda de quase 38% quanto à cocaína, mais de 32% em relação à maconha e 26,4% no que diz respeito às apreensões de crack.

Conforme dados da PRF, em 2014 foram apreendidos 125 quilos de crack contra 92 quilos no ano passado. Já a cocaína apreendida caiu de 87 quilos em 2014 para 54 quilos em 2016. A apreensão de maconha, que no ano passado somou 14.603 quilos, dois anos antes chegou a 21,5 mil quilos. Já em 2015 foram apreendidos 13.770 quilos de maconha, 37 quilos de crack e ainda 65 quilos de cocaína.

Segundo o policial rodoviário federal, Alysson Vidor, os altos números de 2014 no comparativo com 2015 e no ano passado é resultado de duas grandes apreensões feitas ao longo do ano. “Em apenas uma apreensão na rodovia foram retiradas de circulação seis toneladas de maconha e em outra, duas toneladas, que estavam em caminhões”.

Vidor cita, inclusive, os números de 2013. “A fiscalização tem se intensificado ao longo dos anos, prova disso é que em 2013, por exemplo, a Delegacia da PRF de Cascavel apreendeu sete toneladas de maconha. No ano passado foram 14,6 toneladas. É mais que o dobro em três nos”.

 

Apreensões

Mesmo com as grandes apreensões feitas ao longo do ano passado, os números mostram que, no comparativo de 2014, com 2015 e com 2016 houve uma oscilação considerável.

Na área de abrangência da Delegacia da PRF em Cascavel o crescimento foi de mais de 70% no total de apreensões de crack comparando-se com 2014: passou de 125 quilos para 37 quilos no período; e de mais de 25% de cocaína, já que em 2014 foram apreendidos 87 quilos contra 65 quilos no ano seguinte.

Mas se comparados os números de 2015 com o ano passado, os índices voltam a subir: quase 150% em relação ao crack (37 quilos para 92 quilos) e a maconha crescimento de quase 6% no período (13.770 quilos em 2015 e 14.603 quilos em 2016).

De acordo com o policial rodoviário federal Alysson Vidor, vários fatores influenciam nas estatísticas. “Dentre eles podemos destacar a mudança de rota pelos traficantes, pela intensificação na fiscalização em vários trechos e também a apreensão de entorpecente feitos pelas outras forças policiais ou mesmo em outros pontos de fiscalização da PRF”.

Penalidades

De acordo com o artigo 33 do Código Penal Brasileiro, importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar tem pena de reclusão de cinco a 15 anos de prisão, além de pagamento de 500 a 1,5 mil dias-multa. Cada dia-multa “custa” 1/3 do salário mínimo vigente, ou seja, cerca de R$ 312.

Já o ato de induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga tem pena de um a três anos de detenção, além de multa de 100 a 300 dias-multa. E o ato de oferecer droga, sem o objetivo de lucro, para ambos consumirem, têm pena de detenção de seis meses a um ano, além do pagamento de 700 a 1,5 mil dias-multa.

************* EM NÚMEROS ********

DROGA     2014 2015 2016

Crack         125kg         37kg  92kg

Maconha    21.500kg    13.770kg    14.603kg

Cocaína      87kg  65kg  54kg

 

 REGIÃO

Em Foz, apreensões caem mais de 61%

 Mais de 61%. Esse é o percentual de queda no número de apreensões de drogas em Foz do Iguaçu, principal entrada de ilícitos do Estado. De acordo com dados da Delegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Foz do Iguaçu, as apreensões em 2014 somaram mais de 22,1 toneladas de entorpecentes contra 8,5 toneladas no ano passado.

A droga mais apreendida é claro, em ambos os anos, foi a maconha com 21.661,081 quilos em 2014 e 8.308,721 em 2016. Já em 2015 foram interceptadas mais de 7,7 toneladas da droga. Comparando com 2016, houve um crescimento de 7,4% em um ano.

Além das drogas “tradicionais”, como maconha, cocaína e crack, a delegacia da PRF em Foz apreendeu, ao longo dos três anos, pasta base (pouco mais de dois quilos em 2014 e 10,6 quilos em 2015), haxixe (27,1 quilos em 2014, 30,2 quilos em 2015 e pouco mais de oito quilos no ano passado), 750 gramas de folha de coca (ainda em 2015) e uma substância até então desconhecida: a oxicodona (24,4 quilos em 2014).

As equipes apreenderam ainda comprimidos de ecstasy (1.007 em 2014; 75 em 2015 e 65.070 no ano passado), frascos de lança-perfume (300 em 2014, 3.809 frascos em 2015 e três em 2016), além de 46 pontos de LSD em 2014 e outros 1.238 no ano seguinte.


*********** EM NÚMEROS *******

 DROGA     2014 2015 2016

Maconha    21.661,081 7.730,324   8.309,721

Crack         138,965      296,305      226,095

Cocaína      278,181      19,720        42,510

Pasta base  2,025 10,660        00

Haxixe        27.160        30,275        8,050

Folha de coca       00     0,750 00

Oxicodona  24,410        00     00

Ecstasy (comprimidos) 1.007 75     65.070

Lança perfume (frascos)         300   3.809 03

LSD (pontos)       46     1.238 00

Tissiane Merlak

 

 

Deixe uma resposta