De olho no FGTS, empresas incluem devedores no SPC para tentar receber

Desde que trabalhadores têm acesso ao saque do FGTS inativo, há cerca de três meses, o SPC da Acic percebe uma mudança no comportamento de parte das empresas. De olho na possibilidade de receber dívidas antigas, elas têm registrado número crescente de inadimplentes na expectativa de receber.

É o que mostram os números do Serviço de Proteção ao Crédito da Acic nos comparativos dos três últimos meses com o mesmo período do ano anterior. O dado mais recente é de maio, com crescimento de 29% nos registros no sistema ante a maio de 2016. Significa que as empresas aumentaram o volume de inclusão de devedores na expectativa de receber débitos antigos.

O número de registros em maio último foi de 6.058, enquanto que em maio de 2016 foi de 4.684. Há outro aspecto que mostra que a decisão das empresas é de elevar as inclusões é acertada. Também no comparativo de maio de 2017 e maio de 2016, o número de baixas do sistema cresceu 46%. Foram 3.525 do mês passado ante 2.416 de maio do ano passado. A baixa significa que mais consumidores acertaram dívidas antigas, saíram do SPC, limparam o nome e podem voltar a consumir.

Outra boa notícia que vem do mês de maio é que houve aumento no número de consultas, ou seja de empresas que procuraram o SPC confirmando assim a recuperação, além do crédito dos consumidores, do volume de negócios. Aos poucos, as empresas estão vendendo mais do que em meses anteriores. O crescimento apurado pelo SPC da Acic no comparativo de maio de 2017 com maio de 2016 foi de 16%.

Texto: Assessoria

Foto: Vandré Dubiela

Deixe uma resposta