CPI define primeiros encaminhamentos

Os vereadores que integram a CPI das Fossas, Misael Junior do PSL, Sidnei Mazutti (PSL) e Serginho Ribeiro (PPL) se reuniram nesta quarta-feira (29) para definir os primeiros encaminhamentos da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Além de formalizar a composição da CPI, com Misael Jr. como presidente, Mazutti como relator e Serginho Ribeiro como secretário, a comissão solicitou ainda ao vereador Celso Dal Molin, autor da denúncia, que entregue aos vereadores toda a documentação obtida durante a investigação das denúncias.

“O primeiro passo regimental da CPI precisa ser a organização dos documentos que serviram de base à denúncia e também a designação, por parte do presidente, da assessoria jurídica e técnica para auxiliar a comissão”, explicou Misael.

A CPI foi instaurada para investigar as licitações realizadas para contratação de serviços de limpeza de fossas, desentupimento de encanamentos e hidrojateamento e limpeza de caixas de gordura e caixas de passagem em escolas municipais.

De acordo com Mazutti, “será garantido o devido processo legal e o amplo direito de resposta dos investigados durante as oitivas e em todas as fases da CPI”. Serginho ratificou a fala do colega e afirmou que a comissão levará os trabalhos com a maior seriedade e também respeito às regras regimentais que disciplinam o andamento da CPI.

Denúncia

Os dois principais questionamentos do vereador Celso Dal Molin – que levantou a questão e realizou a apuração dos documentos – dizem respeito ao cumprimento dos serviços contratados pela Secretaria Municipal de Educação, no ano de 2013, com a empresa Auto Fossa Cascavel Ltda e ainda o grau de parentesco entre os proprietários e representantes das empresas Auto Fossa Cascavel Ltda., Auto Fossa Oeste Ltda. e Auto Fossa Acapulco Eireli, competidores na mesma licitação.

 

Deixe uma resposta