Correios: Moção pede apoio para deputados e presidência da empresa pública

Quatro moções foram aprovadas na sessão desta segunda-feira (03) pedindo apoio para evitar o fechamento do CDD – Centro de Distribuição Domiciliar Leste, e, determinando a reabertura de Agência de Correios na Região Norte da cidade. As moções são fruto dos encaminhamentos dados na audiência pública realizada em março e que debateu o tema com políticos, trabalhadores e representantes dos Correios.

As moções serão encaminhadas ao Guilherme Campos Júnior, presidente dos Correios no Brasil; Gilberto Kassab, Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Leonaldo Paranhos, prefeito de Cascavel e aos deputados federais, Nelson Padovani/PSDB. Evandro Roman/PSD, Hermes Parcianello/PMDB, Fernando Giacobo/PR e Alfredo Kaefer /PSL.

“A iniciativa de realizar uma audiência pública aqui em Cascavel foi bastante produtiva e gerou ações semelhantes em outras cidades e até em nível estadual”, explicou Olavo Santos (PHS), que tem liderado a discussão.

O documento foi assinado também pelos vereadores Alécio Espínola (PSC), Jaime Vasatta (PTN), Josué de Souza (PTC), Misael Jr (PSC), Serginho Ribeiro (PPL), Valdecir Alcântara (PSL) e Romulo Quintino (PSL).

Nos últimos meses, o atraso significativo na entrega das correspondências tem ficado em evidência, principalmente com relação às contas de telefone e de cartões de crédito, que têm chegado às residências após a data de vencimento, acarretando em prejuízos a população” destacou o vereador do PHS.

Segundo Olavo, as empresas têm implantado em Cascavel uma nova metodologia que consiste na entrega alternada de correspondências, dividindo a cidade em regiões.

Deixe uma resposta