Caso Tatiele: Equipe do Sicride chega amanhã em Cascavel

Cães farejadores de Santa Catarina, drones, e várias equipes do Sicride (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas) chegam nesta segunda-feira (27) em Cascavel. A intenção, de acordo com a delegada do Sicride em Curitiba Iara Laurek Dechiche, é intensificar as buscas de Tatiele Terra Felipe, desaparecida desde o dia 13 de dezembro do ano passado. “Vamos fazer uma varredura em todos os locais possíveis para tentar localizar essa menina. Além disso, todas as pessoas que tiveram contato com ela, que já foram ouvidas, vão ser interrogadas novamente”.

Conforme a delegada, desde que a Polícia foi informada do desaparecimento da menina, as investigações não pararam. “Por duas vezes equipes da capital foram até Cascavel e vamos novamente para tentar encontrá-la. Não descartamos nenhuma das possibilidades e trabalhamos com todas as hipóteses, inclusive com a morte”.

Tatiele saiu de casa na tarde do dia 13 de dezembro de 2016 no bairro Universitário e, conforme a avó da menina, disse que iria buscar uma cortadeira e até agora ninguém sabe aonde ela está. Informada sobre o desaparecimento de uma adolescente na mesma região em Cascavel, a delegada disse que tudo será analisado. “Não sabia do caso, mesmo porque se trata de uma adolescente e o Sicride cuida das crianças. Mas, se existe algum maníaco na região, os casos podem ter ligação”.

Deixe uma resposta