Avenida Brasil: Moradores de rua acampam nos novos pontos de ônibus

Reportagem: Marina Kessler

Foto: Lorena Manarin

Flagrante da equipe de reportagem do Hoje mostra alguns moradores de rua dormindo nos novos pontos de ônibus coletivo em Cascavel, que ainda estão em fase de implantação na Avenida Brasil, por conta das obras do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado).

Mas não é somente no Centro da cidade que os andarilhos buscam abrigo. No espaço em que funcionava o Posto Central, entre as ruas Rio Grande do Sul e Souza Naves, outro grupo passa as noites. Eles não se intimidam com o movimento de veículos ou pessoas, e só saem desses espaços quando o dia amanhece.

Conforme a Secretaria de Assistência Social, o Município não tem autonomia para retirá-los dos espaços, mas oferece abrigo por meio do Centro Pop, Casa Pop e Albergue Noturno. Porém, o atendimento só ocorre por vontade própria do morador de rua. Os espaços são de passagem e não como abrigo definitivo. “Servem como apoio para que busquem trabalho e tenham autonomia”, esclarece a secretaria.

Em Cascavel, há aproximadamente 100 moradores de rua. Visando incluir este público na sociedade, o Município lançou em 1º de maio o projeto Construa Cidadão, que trabalha atualmente com 13 andarilhos, devidamente acolhidos por um período de 90 dias, recebendo bolsa-auxílio, moradia e alimentação, além de capacitação para a volta ao trabalho laboral e obtenção de renda.

Deixe uma resposta