Ameaça de reintegração de posseleva famílias a desmontar casas

A reintegração de posse do Jardim Gramado com uso da força policial pode ocorrer a qualquer momento desde esta sexta-feira. O prazo para que moradores deixassem a área invadida voluntariamente se encerrou na quinta-feira à noite. Durante a semana, cerca de 50 famílias desmontaram as casas e fizeram as mudanças. Na manhã de sexta-feira, caminhões também forram carregados com madeiras e utensílios das moradias que devem ser reerguidas em outros terrenos. A Transcontinental Empreendimentos Imobiliários, de Porto Alegre, proprietária da área, prestou auxílio para as mudanças e concedeu uma ajuda de custos, para aqueles que atenderam a decisão da Justiça. Máquinas contratadas pela empresa também trabalharam para limpeza dos terrenos já desocupados.

A solução apontada pela prefeitura diante da determinação da reintegração de posse seria a transferência de famílias para área do Jardim Veneza, onde atualmente há outras 156 que ocupavam a área invadida do Gramado.

Deixe uma resposta