Acusados de homicídio em 2015 são julgados em Cascavel

Estão sendo julgados no Fórum de Cascavel nesta terça-feira, Wesley Daniel dos Santos e Eduardo Javan da Silva, conhecido como “Cão de Guarda”. Eles são acusados de um homicídio contra Bruno Henrique dos Santos Lieczkovki, de 19 anos, no dia 14 de julho de 2015.

De acordo com o processo, Bruno ia para a casa da avó, no Colméia, quando os dois acusados obrigaram ele a entrar dentro do veículo da vítima, um Celta, e o mataram. O carro foi encontrado um dia depois, próximo a BR-277. Já os documentos de Bruno foram encontrados em São Salvador. O corpo só foi localizado no dia 16, em um matagal.

Ao ser preso, Wesley assumiu o crime e contou com detalhes como matou Bruno. A motivação seria o fato de que, quando estava separado da mulher, a vítima teria um caso com ele. Uma foto no Facebook de Bruno foi o ápice do ciúme, já que ele se recusava de retirar a foto do então casal das redes sociais. Bruno foi agredido, torturado por duas horas, e depois morto.

 

Deixe uma resposta